Pular para o conteúdo principal

Postagens

Livro de cabeceira

Cristo minha Vida, de Clarence J. Enzler, tornou-se no último ano meu livro de cabeceira. Fala de uma forma simples sobre nosso relacionamento com Jesus Cristo, o que podemos fazer para melhorá-lo. Hoje li sobre oração constante e o primeiro pensamento do texto se encontra em 1 Ts 5, 16-17: "Estai sempre alegres. Orai sem cessar". Não é sempre que estaremos alegres, momentos difíceis podem nos deixar abatidos, situações que não podemos resolver aparecem e só podemos rezar para que tudo se resolva. Ter uma oração constante, seja na alegria ou na tristeza, não é fácil, mas é possível, na medida em que entregamos nosso dia a Ele sem medo e apesar das muitas tarefas que precisamos realizar em um curto período de tempo. Demorei a entender que Deus não quer que deixemos de lado nossas obrigações, mas que entreguemos a Ele tudo o que fazemos para que Ele conduza da melhor forma possível. Espero um dia aprender a rezar sem cessar!
Postagens recentes

Orgulho

Tenho orgulho do homem que você é.
Tenho orgulho do seu caráter e da sua integridade.
Tenho orgulho da sua coragem diante da vida.
Tenho orgulho das suas lutas.
Tenho orgulho da sua dedicação.
Tenho orgulho da sua força de vontade.
Tenho orgulho do homem de visão que você é.
Tenho orgulho de ver você rezar.
Tenho orgulho de observar você caminhar.
Tenho orgulho do que quase ninguém percebe, nem mesmo você.

Qual o destino?

Depois de um período longe daqui, acordei com saudade de escrever. Eu, que me expresso melhor por meio da escrita, não sei como consegui ficar sem contar histórias, sem emitir minha opinião sobre algumas coisas que andam acontecendo no país e no mundo.  Para dizer a verdade, cansei, cansei de ver aquelas discussões sem fim no Facebook e que não chegam a lugar algum. Opinar todo mundo quer, mas escutar argumentos diferentes de jeito nenhum. Cansei desses grupos no Whatsapp com milhares de mensagens, mas que dificilmente contêm uma programação para que os participantes se encontrem longe das telas dos smartphones. Cansei de sair e ver famílias ao redor de uma mesa e cada membro com seu dispositivo eletrônico.  Eu quero poder sair por aí sem hora marcada, sem um destino certo, com uma câmera na mão para registrar o que a vida tem de bela. Quero sentir o vento bagunçar meus cabelos ao observar um monumento. Quero sorrir ao ver um jardim ou uma criança brincando. Quero conversar com as pe…

Voler

Sabe aquela garota que sempre viveu no próprio mundo? Ela cresceu e deseja correr atrás de seus sonhos. O que há de mal nisso? Seu horizonte está gigante, suas asas também. Por que não pode buscar seu caminho, aprender com seus erros? O que você vai falar para ela quando as chances se acabarem? Vai mantê-la ao seu lado apenas por egoísmo, mesmo que ela não esteja feliz com suas realizações? Por que ela tem que fazer o que todos fazem? As dificuldades existem para serem enfrentadas. Permita que ela voe, que ela lute pelos seus sonhos, esteja presente para lhe dar forças, mas não para dizer o que ela não pode fazer. Deseje-lhe bem, fique feliz com as conquistas dela, não a diminua, porque provavelmente nem você sabe a força que ela tem.

Que eu não perca

Que eu não me emudeça diante de uma injustiça.
Que eu não me esqueça dos valores quando esses forem colocados à prova.
Que eu não pise nos outros para atingir os objetivos traçados.
Que eu não me esqueça das pessoas que me educaram.
Que eu não deixe de admirar o que há de belo no mundo.
Que eu saiba agradecer os gestos de delicadeza.
Que eu valorize os amigos, aqueles de longa data, apesar da distância.
Que eu saiba reconhecer quando alguém precisar de um abraço.
Que eu dê gargalhadas, mesmo sem a aprovação de todos.
Que eu não perca as melhores lembranças da infância.
Que eu queira aprender sempre.
Que eu não perca a fé em Deus e na vida.
Que eu lute pelos meus sonhos.
Que eu não me perca...

Fora de área

Quem contempla desapaixonadamente,  não contempla.
Jorge Luis Borges



As pessoas, de vez em quando, precisam parar e contemplar a vida, ainda mais neste tempo frenético. Observar as paisagens, os amigos, familiares e vizinhos, a si próprio. Sair um pouco das redes sociais e conectar com o que se vê, ouve e sente. Deixar um pouco o seu mundo e olhar o mundo pela visão dos outros. Tirar férias da correria do dia a dia que impede de notar um jardim, um sorriso de um desconhecido, um pôr do sol...

Coragem

Mais um ano completo e um futuro a se buscar, assim espero. E a vida pede mais coragem. Para comemorar, fragmentos de "Grande Sertão Veredas", de Guimarães Rosa:
"O correr da vida embrulha tudo,
a vida é assim: esquenta e esfria,
aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem.
O que Deus quer é ver a gente
aprendendo a ser capaz
de ficar alegre a mais,
no meio da alegria,
e inda mais alegre
ainda no meio da tristeza!
A vida inventa!
A gente principia as coisas,
no não saber por que,
e desde aí perde o poder de continuação
porque a vida é mutirão de todos,
por todos remexida e temperada.
O mais importante e bonito, do mundo, é isto:
que as pessoas não estão sempre iguais,
ainda não foram terminadas,  mas que elas vão sempre mudando.
Afinam ou desafinam. Verdade maior.
Viver é muito perigoso; e não é não.
Nem sei explicar estas coisas.
Um sentir é o do sentente, mas outro é do sentidor."